• 10 alimentos que ajudam a ganhar massa

    11/10/2016

    Muitas pessoas querem saber como aumentar massa muscular rapidamente, porém muitos consideram o processo muito demorado ou até difícil, mas os professores da Academia Hugo Trainer, prepararam uma lista de 10 alimentos que vão te ajudar a ganhar massa e conquistar o corpo que você deseja.

    Antes de tudo você precisa saber que cada corpo tem um metabolismo funcionando diferentemente de outras pessoas, isso pode influenciar no processo de ganho de massa. Deve sempre lembrar que se você tem dificuldades de ganhar peso ou músculo, pode ser que seu metabolismo seja rápido, queimando mais calorias em menor tempo que o normal.

    Antes de tudo devemos lembrar que não importa o seu objetivo em uma rotina de treinos desde que você preze sempre por uma qualidade de vida através alimentação saudável, então, segue a lista:

    • Ovo: É rico em albumina (presente na clara) uma proteína de alta qualidade, além de ser fonte de vitaminas do complexo B e de gordura monoinsaturada.

    • Batata-doce: Fornece energia e é fonte de carboidrato de baixo índice glicêmico. Pode ser consumido tanto em tubérculo quanto em forma de pó, que facilita o seu consumo.

    • Peito de frango: É uma proteína com pouca gordura, por isso, é um excelente alimento para a hipertrofia muscular;

    • Salmão: É uma proteína rica em ômega 3 muito saudável, possuindo efeito anti-inflamatório;

    • Sardinha: é fonte de proteína de alto valor biológico, coenzima Q10 e ácido graxo ômega-3, uma gordura boa que tem ação anti-inflamatória.

    • Azeite: O azeite é fonte de ácidos graxos insaturados, como os ômegas 3, 6 e 9.

    • Banana: Fruta rica em potássio, um mineral que evita câimbras e participa da produção do glicogênio, além de fornecer energia é fonte de carboidratos.

    • Queijo minas: Rico em proteínas sendo o queijo com menos gorduras

    • Arroz com feijão: Juntos, esses alimentos formam proteínas pois, são ricos em aminoácidos.

    • Soja: combinada com cereais fornece proteína completa;

    Uma outra dica é que os exercícios feitos durante o treino sejam sempre acompanhados pelo professor, eles vão dar as orientações precisas para conseguir o resultado esperado em um tempo otimizado.

    Ficou alguma dúvida? Comente em baixo que a equipe da Academia Hugo Trainer vai te responder o mais rápido possível.

    Bom treino!

     

    Image and video hosting by TinyPic

    Continue Lendo
  • 7 dicas para te ajudar a perder gordura

    01/12/2016

    O objetivo de muitas pessoas quando vão à academia é ganhar massa muscular, mas pra isso precisam perder gordura, porém, as vezes essas pessoas sofrem muito e as razões variam, se não é o metabolismo que é lento, é a falta de conhecimento ou até mesmo o fato de não saber o exercício correto, confessamos que isso acontece em todo lugar, inclusive aqui na Academia Hugo Trainer.

    Mas, fique tranquilo, nossos professores, prepararam 7 dicas que vão te ajudar a eliminar as gordurinhas tão indesejadas pra você crescer e aumentar a massa muscular.

    1 - Mude os hábitos alimentares: Não confie em uma dieta especifica, pois se ela não faz parte do seu dia a dia, quando voltar a rotina alimentar anterior, poderá ganhar tudo que perdeu. Por isso mude de uma vez os hábitos alimentares.

    2 - Não passe fome: Reduzir drasticamente a ingestão de calorias faz mal para o corpo e isso pode fazer com que você perca massa muscular, o ideal é que vá reduzindo aos poucos assim, seu corpo vai adaptando as mudanças.

    3 - Treine: Mesmo que o seu objetivo é a perda de gordura, treine para ganhar massa muscular, isso evita a flacidez da pele.

    4 - Durma bem: O sono é um repositor de energias, físicas e mentais e alguns hormônios que precisamos para ganho de massa são liberados enquanto dormimos, o corpo precisa deste descanso além de que Pesquisas sugerem que o sono insuficiente pode alterar a sensibilidade à insulina, o que atrapalha na perda de peso de forma significativa.

    5 - Coma devagar: Na digestão o organismo precisa de alguns minutos para que o trato digestivo envie a mensagem ao cérebro que já está satisfeito, por isso, coma devagar para que você coma menos e assim seu treino seja mais eficaz.

    6 - Paciência: Nos primeiros treinos a perda de gordura será mais rápida, porém, com o decorrer do tempo o processo ficará mais lento, tenha calma pois, é perfeitamente normal.

    7 - Disciplina: A perda de peso não um processo fácil e a sua motivação será testada o tempo todo, o desânimo será presente durante sua caminhada mas, não se entregue, tenha foco.

    Uma última dica dos professores da Hugo Trainer é que não desista, é possível ter o corpo que se deseja de maneira saudável, dentro um tempo razoavelmente pequeno, seu foco determina seu objetivo.

    Tem alguma dúvida? Comente abaixo que o time da Academia Hugo Trainer te responde!

    Bom treino!

      

    Image and video hosting by TinyPic

    Continue Lendo
  • Hipertrofia, você pode estar fazendo isso errado!

    01/12/2016

    Na academia há vários tipos de perfis, por exemplo: há aqueles que buscam um ganho de massa muscular em conjunto para fins diversos – seja para redefinição do corpo, para melhora da autoestima ou até para aqueles apaixonados no aumento progressivo de massa magra. No entanto, o caminho até a hipertrofia é bastante delicado, se não realizado os métodos de obtenção de massa corretamente, todo esforço será em vão, ou seu processo será muito mais lento, fazendo com que sua meta de corpo ideal esteja muito longe de ser alcançada.

     

    Talvez você se enquadre nesse caso e é daqueles que se esforçam, dá tudo de si há meses, mas não vê muito progresso em seu corpo nas avaliações mensais. Bom, alguma coisa está errada e vamos esclarecer de forma objetiva e abrangente as 3 das principais causas que interferem nos resultados almejados na obtenção de massa muscular. Confira:

    1° Movimentos

    A amplitude e o ritmo de movimentos (cadência) é o ponto de partida no processo de aumento dos tecidos musculares. Há pessoas que fazem o máximo de força e movimentos, levantam cargas exorbitantes (além do que seu corpo está acostumado) pensando que assim o processo será adiantado e haverá mais ganho de massa. Em decorrência disso, muitos não suportam a carga e acabam realizando movimentos errados, numa posição errada e com uma velocidade maior durante as repetições.
    Há um período de tempo em que as fibras musculares e articulações precisam para se acostumar com as cargas, tipos de movimentos e repetições. Por isso, é importante respeitar esse tempo e progredir conforme seu corpo corresponda aos estímulos. As cargas se incluem nesse progresso e a mudança de treinos periodicamente são fundamentais para a obtenção de massa.

    Portanto, conforme fora pré-estabelecido por seu treinador, execute os movimentos conforme o orientado. Treine com atenção, investindo perfeição nos movimentos realizados durante cada série em seu treino.

    2° Alimentação

    É comum que, na grande parte daqueles que recentemente aderiram ao ritmo de vida nas academias ou daqueles que frequentam apenas quando sobra um tempinho no tão concorrido tempo do seu dia-a-dia, se pense que a alimentação é menos importante que a rotina de treinos. Muitos têm em mente que o fator “alimentação” é fundamental, porém não conseguem aderir à dieta correta para seu objetivo achando que já está de bom tamanho apenas a frequência de exercícios ao ir para a academia.


    Aquela velha frase “Bom, é melhor que eu não estar fazendo nada”. Com certeza a prática da atividade física contribui para uma vida com mais qualidade quando o assunto é saúde. No entanto, quando se trata de aumento de massa e tonificação muscular, a inconstância de treinos e uma alimentação desregulada e incompatível ao objetivo torna o caminho das pedras ainda mais distante até o corpo almejado.

    Portanto, o auxílio de um profissional no ramo nutricional é essencial para a nutrição correta do seu organismo no processo de reposição de nutrientes e fornecimento de energia para a rotina de treinos e claro, as demais horas do dia que são essenciais para a reparação das fibras musculares.

    Somente uma alimentação correta te proporcionará uma hipertrofia desejada sem deixar acumulada aquelas indesejadas “gordurinhas localizadas” que tanto atrapalham a definição dos músculos obtidos.

    3° Descanso

    Nem sempre o “quanto mais melhor” retribui o efeito esperado. Assim como o passo anterior, o período de repouso é fundamental para o processo de hipertrofia. É durante esse momento em que você escolhe para repor as energias de todo o esforço feito durante um dia exaustivo e os intervalos de treinos para cada grupo muscular durante a semana, que as fibras lesionadas durante o processo de musculação são reparadas e as proteínas e nutrientes perdidos, repostos.

    Por isso, esqueça o excesso e reserve pelo menos aquelas essenciais oito horas de sono por dia para que seu corpo repare os danos causados pelos movimentos realizados em seu treino.

    Obs.: Sabemos que muitos não possuem o privilégio de dormir essa quantidade de horas, mas isso não é desculpa para levar os treinos e dieta “com a barriga”. Foque em seu objetivo e continue a seguir sua meta, tentando sempre tirar períodos diários de descanso, quando possível.

    Bom, se esta matéria foi útil e te ajudou de alguma forma na sua jornada em busca daquele tão sonhado corpo, leia também um material mais abrangente que preparamos para aqueles que querem ganhar massa muscular durante o processo de emagrecimento. O 15 passos da redução de peso até a hipertrofia é um e-book que ajudará você que deseja emagrecer, mas se sente impotente por pensar que a meta é impossível e que nunca chegará àquele corpo durinho que sempre sonhou.

    Clique  abaixo e receba gratuitamente e-book que te ajudará a chegar lá!

    Continue Lendo
  • Descubra como Roberto B. Neto Perdeu 30kg e Recuperou a auto estima.

    02/12/2016

    Grande parte das pessoas que procuram uma atividade física estão em busca de resultados, seja ele qualidade de vida, força, massa muscular ou beleza, concorda? Hoje nós temos cases e histórias de pessoas que alcançaram seus objetivos e estão desfrutando do prazer de sentir-se realizado.

    Foi isso que aconteceu com Roberto, este jovem chegou a ter 112Kg. Ele participou do Projeto Hugo 50 Dias e hoje possui o corpo e o condicionamento físico que sempre desejou.
    O projeto oferecido pelas academias Hugo Trainer consiste na periodização, são aulas que irão elevar ao extremo o sistema fisiológico e psicológico dos alunos, trabalhando com todas as Modalidades + Musculação, além de um acompanhamento médico-nutricional, para que o participante alcance seus objetivos com eficiência e muita saúde.

    Objetivo principal
    - Promover a saúde

    Objetivos específicos
    - Emagrecimento
    - Melhorar o condicionamento físico
    - Redução de percentual de Gordura
    - Melhorar auto estima

    Nossa missão aqui na Academia Hugo Trainer é promover qualidade de vida contribuindo para saúde e bem estar da sociedade, através de uma metodologia de entrega de resultado, sempre oferecendo uma estrutura completa e um atendimento personalizado.

    Assista ao depoimentos do Roberto.

     

    Continue Lendo
  • Overtraining: o exagero que não te faz crescer

    01/02/2017

    Com certeza você já deve ter ouvido falar sobre a síndrome do overtraining, seja pelos corredores da academia, ou através do seu treinador. A síndrome consiste no excesso de exercícios físicos realizados pelo atleta a fim de conseguir resultados de forma mais rápida. O grande problema é que esses exageros nos treinos não levam ao progresso desejado, mas expõe o corpo do atleta à consequências que não são benéficas devido a falta de descanso e alimentação adequados.

    As pessoas mais propensas a serem vitimadas pela síndrome são:

    -Atletas muito motivados;
    -Atletas de alto rendimento;
    -Atletas que retornam precocemente aos treinos, antes de estarem completamente recuperados;
    -Atletas e não atletas que treinam por conta própria;
    -Indivíduos com orientação técnica não qualificada.

    A supercompensação

    Baseado no princípio da sobrecarga progressiva, a teoria da supercompensação baseia-se em o atleta diminuir o intervalo de descanso nos treinos (ou seja, período de recuperação), tendo como ideia principal que as reservas energéticas gastas durante a contração muscular são repostas durante a fase da recuperação. Porém, a interrupção antecipada dos períodos de recuperação, aliada ao aumento progressivo do volume ou da intensidade de treinamento, torna a rotina do atleta cada vez mais extenuante e o expõe à consequências.

    As consequências

    As consequências, no entanto, vão da ordem muscular, passando por problemas nas articulações, e resultam em malefícios no sistema imunológico e no aspecto psicológico do corredor. Além disso, o atleta ainda sofre com:

    - Perda de condicionamento físico com perda de força e resistência;
    - Dor muscular persistente;
    - Sensação de fadiga crônica;
    - Elevação significativa da frequência cardíaca em repouso (este é um sinal bem típico);
    - Mudança de humor com quadro de depressão e irritabilidade;
    - Queda da resistência imunológica;
    - Perda da qualidade do sono;
    - Elevação dos níveis de cortisol (hormônio que quebra o tecido muscular para usá-lo como fonte energética);
    - Catabolismo maior que o anabolismo;
    - Estresse e etc.

    Como identificar

    Identificar e diferenciar o treino intenso do overtraining é fácil. O primeiro você consegue ir ao treino, realizar todas as etapas normalmente e voltar. Enquanto que no último, você já não tem mais aquela disposição e energia para treinar como antes para um treino forte, o corpo “reclama” logo no aquecimento e na maioria das vezes o atleta nem mesmo consegue concluir a primeira parte do treino.

    Tratamento e prevenções

    O conselho para esse caso é reduzir drasticamente ou, em alguns casos, interromper totalmente os treinos e atividades físicas. Além disso, não é aconselhável que ninguém treine sem um acompanhamento profissional. A supervisão de um médico, instrutor físico, fisioterapeuta e nutricionistas é o correto a se fazer quando se quer alcançar resultados de forma rápida.

    Através de uma alimentação balanceada, treinos corretos e intervalos para o descanso e recuperação, com certeza você vai chegar ao objetivo que sempre sonhou. Nas academias Hugo Trainer você encontrará uma equipe competente nesse assunto, afinal, resultados é a nossa especialidade!

    Entre em contato conosco e garanta a sua autoestima e qualidade de vida.

     

    Continue Lendo
  • Comecei a treinar, agora é só comer frango e batata doce pra “crescer”?

    09/02/2017

    Muitas são as dúvidas de uma pessoa quando se inicia a vida fitness. Uma coisa que é normal, afinal é uma nova fase na vida que se inicia e ninguém começa sabendo. Por isso reunimos neste post algumas dicas e conselhos sobre um dos assuntos que mais se ouvem nos corredores das academias Hugo Trainer: além dos treinos, para “crescer” é só comer batata doce, ovo e frango?

    Esse conjunto tão conhecido é muito indicado para o ganho de massa magra e também para evitar aquelas tão indesejadas gordurinhas localizadas, afinal, a mescla “proteínas+carboidratos” é a chave de sucesso para se obter ótimos resultados nos treinos, e como consequência, os reflexos na estética corporal.

    Dentro da categoria destes alimentos, há um imenso e variado cardápio que também pode ser consumido para a mesma finalidade e também para evitar aquela chata rotina de ter sempre os mesmos alimentos para pré ou pós-treino. Evitar a monotonia é essencial para a vida fitness, por isso veja alguns alimentos que fazem parte da mesma categoria do frango e batata doce e tenha bons resultados na jornada ao crescimento!

    Protein, no Wey…

    As proteínas são elementos fundamentais para a construção de massa muscular. Além disso, ainda é necessária para a recuperação muscular pós treino do atleta. O indicado é consumir 2g por quilos do peso corpóreo, ou seja, a quantidade de proteínas ingeridas diariamente deve ser o dobro do peso corporal do atleta (em gramas). Por exemplo, uma pessoa de 70kg deve ingerir 140g de proteínas por dia.

    As fontes mais indicadas de proteínas são carnes (magras), ovos, leite, peito de frango, peru etc. Entre todos, as carnes são as melhores fontes de proteína segundo especialistas em nutrição.

    No entanto, há quem prefira a suplementação ao invés de alimentos sólidos. Porém a alimentação é sempre a melhor opção para obtenção de nutrientes. Aquela famosa frase: “Você é o que você come”, apesar de clichê, é a mais pura verdade. Afinal, a ingestão de alimentos não trás consigo somente uma categoria de alimentos, mas uma extensa qualidade de macro e micronutrientes.

    Por exemplo, uma fatia de peito de peru contém, além de proteínas, fósforo que contribui com a produção de energia durante os treinos, potássio que é fundamental no processo de contração muscular e o colesterol, um elemento essencial na síntese de testosterona, entre outros. Ou seja, uma fatia de peito de peru possui todos os aminoácidos que o organismo precisa para a recuperação de um treino do tipo Hard!

    Atenção aos carboidratos

    Há quem prefira não consumir, contudo, os carboidratos estão presentes em todo os alimentos considerados “orgânicos”. Os carboidratos são a fonte energética para qualquer treino, e por isso não deve ser descartado numa dieta e claro, deve ser consumido de acordo com a necessidade de cada pessoa. Além disso, são eles os responsáveis por “conduzir” a proteína às células musculares. Contudo, a questão é escolher o tipo correto para a dieta. Se o objetivo é ganho de massa e definição, não vamos querer ingerir aqueles que contribuem para a reserva de gorduras localizadas não é?

    Entre os tipos, há os carboidratos de cadeia simples e complexas. Enquanto o primeiro se degrada e é mais rapidamente depositado na corrente sanguínea, o segundo é mais demorado para ser decomposto no processo de digestão (daí o nome “complexo”), fazendo com que seja depositado de forma lenta e gradativa na corrente sanguínea. O diferencial entre as duas categorias é a forma com que se aproveita a energia. Se o carboidrato for lançado de forma rápida na corrente sanguínea, talvez o organismo não consiga metabolizar toda aquela energia e consequentemente irá encaminhar tudo o que restou para tecidos, como reserva energética (as famosas gordurinhas localizadas).

    Portanto, recomenda-se ingerir alimentos do tipo integral, como arroz, batatas, cereais, aveia. Prefira os ricos em fibras. As frutas geralmente são fontes ricas em carboidratos simples, por isso, consuma de forma inteligente, como por exemplo após o treino, período no qual o organismo necessita de energia imediata para manutenção das células.

    Concluindo...

    O conselho mais adequado para quem inicia a vida fitness é o acompanhamento profissional. O auxílio de um instrutor profissional de exercícios físicos, o nutricionista e um médico é o tripé de sucesso para quem quer alcançar os objetivos sem atrasar ou errar na caminhada até o corpo ideal. Eles são as pessoas certas para indicar a quantidade e qualidade correta de treinos e ingestão de alimentos para cada caso.

    Quer alcançar os resultados de maneira rápida e correta? Consulte um especialista Hugo Trainer agora!

    Continue Lendo
  • 3 Dicas para conseguir um abdômen com "gominhos"

    14/02/2017

    A cada dia o abdômen tem se tornado motivo de atenção quando o assunto é estética corporal. Afinal, quem nunca sonhou em possuir aquela famosa barriguinha de tanquinho que atire a primeira pedra!!

    O abdômen é um conjunto de músculos que integra a região central do corpo . Vários músculos o compõem, entre eles o oblíquo externo e interno, o reto e o transverso do abdome, além dos que compõem a lombar e a região da face posterior. A região do core (assim também conhecido o abdômen) é uma região que precisa ser fortalecida. Esta área, ajuda no ganho de uma maior estabilidade corporal, além de evitar possíveis lesões, flacidez abdominal, dores lombares e doenças futuras.

    Por isso vamos expor algumas dicas para que você também consiga chegar lá!

    Mas atenção!!! queremos deixar bem claro que a construção de um abdômen definido não é tarefa simples, mas também não é impossível a ninguém. Por isso, não deixe para começar na próxima segunda -feira. Reúna ainda hoje toda força de vontade, persistência e determinação que você acumulou por todo esse tempo e comece a garantir seus gominhos com a Hugo Trainer! Vamos lá:

    O abdômen também precisa de um tempo!

    Treine os seu abdômen como você treina as demais partes do seu corpo. A região abdominal é composta de músculos, e músculos precisam de descanso para a hipertrofia acontecer. Por isso, paciência! Faça seus abdominais no máximo 3 vezes por semana, dando aos futuros gominhos pelo menos 24 horas de descanso.

    Séries intermináveis não rola!

    Ao contrário do que muitos pensam, não vão ser as séries de centenas de milhares de abdominais que irão queimar aquelas indesejadas gordurinhas localizadas. Por isso, fazer 10.000 abdominais terá o mesmo efeito que um treino aeróbico qualquer, queimando não somente a gordura abdominal, mas de todo o restante do corpo. Não que a idéia seja ruim, mas você estará desperdiçando tempo investindo em movimentos em apenas uma região do corpo.
    Ao invés disso, faça menos abdominais e invista em menos repetições de abdominais e adicione exercícios aeróbios ao restante de seu treino. Assim você alcançará a hipertrofia local, fortalecimento e definição com a perda de massa gorda, consequentemente

    Agora vem a grande sacada! Você já deve ter notado alguém que começou a malhar, e apesar de obter um aumento de massa muscular e uma certa definição no abdômen, a barriga também aumentou. Mas por quê isso ocorre? Ocorre devido a presença da gordura ali. Conforme a musculatura da região aumente, a gordura é empurrada para cima. Por isso, além dos treinos, a busca pela definição abdominal necessita de outro fator (o mais importante, aliás) que iremos tratar a seguir:

    Alimentação

    Apesar de ser a última dica, ela não é a menos importante, pelo contrário! a alimentação é o ponto chave para que finalmente aqueles gominhos trabalhados na academia venham aparecer ao mundo. A dica aqui, como já dissemos em uma matéria anterior sobre alimentação (Veja a matéria), é preferir alimentos com carboidratos do tipo complexos, evitar a ingestão excessiva do açúcar, preferir alimentos naturais e não exagerar nos fins de semana. Uma alimentação corretamente adequada ao cotidiano e metabolismo de cada pessoa é uma arma poderosa contra as gordurinhas localizadas, quando conciliadas aos treinos, claro. A disciplina alimentar é o pote de ouro no fim do arco íris para quem deseja alcançar e manter o shape de barriga travada.

    Por isso, não perca mais tempo imaginando se algum dia você terá a tão desejada barriga de tanquinho. Venha já para uma unidade Hugo Trainer e consulte a nossa equipe. O nosso foco é garantir o seu resultado!

    Continue Lendo